Fotobiomodulação

Instituto Shen

Harmonia: da essência à aparência!

Princípios Fundamentais da Aplicação das Ciências Biofotônicas

BASES CIENTÍFICAS DA FOTOBIOMODULAÇÃO 

Fotobiomodulação é a técnica que utiliza a luz de modo – criteriosamente preciso e calculado – para obter efeito terapêutico em tratamentos de reabilitação, para condicionamento físico e também para efeitos estéticos. É recurso bastante efetivo para fotoestimular (tonificar) ou, ao contrário, fotoinibir (sedar) as reações químicas e enzimáticas, por meios dos fotoaceptores (cromóforos absorvedores de luz), para assim regular o metabolismo celular (BAGNATO et. al., 2014).

Os primeiros tratamentos com laser aplicado com base nos princípios e métodos da Medicina Chinesa foram realizados a partir de 1975, em Beijing, República Popular da China. Seus resultados foram apresentados durante o primeiro Simpósio de Acupuntura e Moxabustão em 1979.

Em 2016, profissionais e pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos – IFSC/USP, atuantes em diversas áreas da saúde, apresentaram o I Fórum de Aplicação da Luz na Saúde Estética. No evento os temas abordados envolveram as aplicações das novas tecnologias ópticas para diagnóstico e tratamento estético (BAGNATO; MENEZES, 2016).

Desde então muitas pesquisas científicas são realizadas, com surpreendentes resultados, o que despertou o interesse de profissionais de diversas especialidades em saúde, e alavancou o desenvolvimento da tecnologia.

Assim, a utilização da luz – laser ou LED – tem sido cada vez mais frequente em tratamentos de diversos sintomas, síndromes e patologias, possíveis de serem tratados com acupuntura, seja para reparação tecidual, reabilitação muscular, para regulação (neurológica, imunológica e endocrinológica), para estimulação do sistema nervoso central e periférico, para analgesia, para melhorar a performance de atletas, para o rejuvenescimento e também para restabelecer equilíbrio emocional e as funções psíquicas.

Sua aplicação, realizada conforme todos os critérios de biossegurança, garante conforto e segurança já que é praticamente indolor e livre de efeitos colaterais, além de ser nada invasiva.



LASER - (Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation)
Amplificação da Luz por Emissão Estimulada

  • 1. Arsenieto de Gálio-Alumínio (As-Ga-Al) - 880 nm - Infravermelho.
  • 2. Arsenieto de Gálio-Alumínio (As-Ga-Al) - 645 nm - Vermelho.
  • 3. Fosfato de Alumínio - Indio e Gálio (AIPO4-In-Ga) - 595 nm - Amarelo.
  • 4. Fosfato de Gálio (Ga-PO4) - 564 nm - Verde.
  • 5. Nitreto de Gálio (Ga-N) - 430 nm - Azul

LED - (Light Emitting Diode)
Diodo Emissor de Luz

  • 1. Hélio e Neônio (He-Ne) - 632.8nm - Vermelho.
  • 2. Gálio-Alumínio (Ga-Al) - 630-685 nm - Vermelho.
  • 3. Arsenieto de Gálio-Alumínio (As-Ga-Al) - 620-830 nm - Vermelho e Infravermelho.
  • 4. Arsenieto de Helio-Neôneo (As-Ne-He) - 780-870 nm - Infravermelho.
  • 5. Arsenieto de Gálio (As-Ga) - 830-904 nm - Infravermelho.

Fonte: https://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2009/08/tabela_grande.jpg, em 04.02.2019.

Fotopuntura

MECANISMO DE INTERAÇÃO DA LUZ COM OS ACUPONTOS

Por Prof.a Susilaine Moraes Aquino

Terapia por meio de fotobiomodulação com Luz (Laser / LED), aplicadas de acordo com os princípios, os conceitos e os métodos da Medicina Chinesa - MC

O termo Fotopuntura é neologismo proposto por esta autora, já que a agulha, estímulo utilizado na acupuntura, e que denomina a técnica, é suprimido. Em seu lugar, a regulação energética é realizada por meio da emissão estimulada de fótons (partículas de luz) produzidos por equipamento laser ou LED.

A prática clínica da referida técnica desde 2009, produz conhecimento baseado em observações e experiências, que ratificam a eficiência e a eficácia da Fotobiomodulação.

A Fotopuntura equipara-se ao método Ji Guãng Fã, modalidade avançada da Medicina Tradicional Chinesa, por ser procedimento não invasivo, de estimulação tópica. Em que se irradia o estímulo em acupontos corporais, auriculares e em microssistemas.

Os equipamentos a Lasers comumente utilizados em Fotopuntura apresentam lasers de diodo com meio ativo semicondutor de GaAIAs (Gálio-alumínio-arseniato) com dois comprimentos de onda na faixa do vermelho e do infravermelho, conforme descrito abaixo:

• Laser Vermelho (comprimento de onda entre 620 a 750nm). Ação Terapêutica em tecidos mais superficiais: extrato córneo, epiderme, junção derme e epiderme, derme papilar e reticular. Ativação da síntese e remodelamento de colágeno, elastina, proteínas de membrana, entre outros presentes na derme papilar e reticular. Indicado para tratamento estético de rugas e linhas, elasticidade e firmeza da pele, além do tratamento das estrias superficiais e profundas. Saiba mais!

• Laser Infravermelho (comprimento de onda entre 750 a 1200nm). Ação Terapêutica em tecidos mais profundos: extrato córneo, epiderme, junção derme e epiderme, derme papilar e reticular, tecido adiposo e muscular. Promove lipólise das células gordurosas. Mais indicado para promover rejuvenescimento da pele, e para tratar celulite já que diminui o processo inflamatório, os nódulos fibrosos e as células de gordura. Saiba mais!


A repetição das observações e experiências clínicas, conduz a escolha do equipamento mais adequado para aplicação da técnica. No caso, o modelo mais utilizado na prática clínica, e que apresentou melhor resultado foi o laser portátil modelo RECOVER produzido pela empresa MMOptics (potência de saída <100 mW; modo de operação - contínuo; emissor de luz – laser semicondutor (GaALAs e InGaAI); área do feixe Laser de saída na ponteira – 1mm; classe segundo IEC 60825-1 – classe 3B; combinações possíveis de comprimento de ondas – 660nm/808nm; sistema de condução dos feixes por fibras ópticas poliméricas). 

Trata-se de irradiação de luz laser sobre os vasos sanguíneos mais calibrosos. É indicação terapêutica para a grande maioria das pessoas, independentemente da idade. Consiste na aplicação transcutânea, contínua e direta de laser terapêutico vermelho e ou infravermelho, comumente na região da artéria radial, mais especificamente no Acuponto P9, ou ainda, em outras vias de acesso ao sistema vascular, tais como a via transmucosa intranasal e sublingual, com o objetivo de combater radicais livres de oxigênio, que provocam o precoce envelhecimento das células e portanto de todos os tecidos. (FONTE: http://www.terapiailib.com.br em 12.11.2018).

 Em função de seus benefícios, a técnica ILIB pode, e deve, ser associada a todos os protocolos de tratamento de saúde e estética, a fim de otimizar os resultados.

Em tratamento com acupuntura sistêmica com a técnica convencional (estimulação com agulhas), a aplicação concomitantemente da fotobiomodulação (Laserterapia Sistêmica), tem se apresentado surpreendentemente eficiente. No entanto, por se tratar de tecnologia ainda recente, necessita de ampla difusão e implementação em pesquisas em todos os segmentos da saúde.

Na estética a técnica de fotobiomodulação aplicada para prevenção e tratamento, é denominada – Fotoestética, e foi patenteada pela pesquisadora Prof.a Dr.a Priscila Campos de Menezes. Recurso terapêutico efetivo no combate aos efeitos adversos do envelhecimento e no foto-envelhecimento. (MENEZES; PAOLILLO; MANOEL; 2014, pág. 16).

De acordo os pesquisadores, a fotobiomodulação gera aumento da proliferação de fibroblastos, com consequente aumento de proteínas de colágeno, elastina, proteoglicanas e outros componentes da matriz extracelular, além de possibilitar o aumento da circulação sanguínea, o aporte de oxigênio e de nutrientes aos tecidos, o que potencializa o aumento do metabolismo e a renovação celular (aumento da proliferação celular controlada). (MENEZES; PAOLILLO; MANOEL; 2014, pág.20).

Para definir a dosimetria adequada em disfunções estéticas faciais o profissional deverá levar em conta os fatores: idade cronológica bem como o fotoenvelhecimento (desidratação, rugas, linhas, flacidez tissular, manchas), após o que poderá selecionar o melhor comprimento de onda (nm) em função da ação necessária (Menezes, 2017, pág. 97):

• 450-495 nm (Azul) – controle microbiológico e hidratação.

• 620-750 nm (Vermelho) – incremento do aporte sanguíneo (nutrientes e oxigênio).

• 570-590 nm (Ambar) – ativação da síntese de colágeno e elastina; aumento da viscoelasticidade; redução da pigmentação.

• 750-1200 nm (Infravermelho - ativação da síntese de colágeno e outras biomoléculas; aumento da estruturação e resistência mecânica da pele.

Para se conhecer os parâmetros que necessariamente devem ser controlados em tratamentos com fotobiomodulação /fotoestética o terapeuta poderá consultar as publicações, sempre em constante atualização, como base científica sólida, e adequadamente corroborada pela experiência clínica, e inclusive em docência, da pesquisadora Profª Drª Priscila F. C. Menezes.

Além das inúmeras publicações sobre o tema, a referida autora disponibiliza curso de capacitação totalmente online: “A Arte da Prescrição Cosmética” (https://priscilamenezes.club.hotmart.com em 30.12.2019), entre outros, onde apresenta os critérios e a importância do diagnóstico facial e corporal, as melhores indicações entre ativos tópicos e orais, as bases cosméticas mais adequadas, bem como o modo de prescrição dos dermocosméticos, o gerenciamento de intercorrência e a otimização de resultados nos tratamentos.


Laser e LEDs

Equipamentos de ponta desenvolvidos no Brasil

Conheça os mais renomados estudiosos e pesquisadores da Biofotônica no Brasil 

Nossa eterna gratidão a esses profissionais que diuturnamente se ocupam em ratificar as pesquisas científicas e desenvolver novas tecnologias para a recuperação e manutenção da saúde integral. 

Prof. Dr. Vanderlei S. Bagnato
Físico
PHD

Profª Drª Priscilla
Fernanda C. Menezes
Farmacêutica Bioquímica
PHD

Dr. José Dirceu
Vollet Filho
Físico
PHD

Dr.ª Marcela Sene
Fiorese
Educadora Física
PHD

Instituições que contribuem com as pesquisas

Instituto Shen

Referência nacional na prática dos princípios da MTC (Medicina Tradicional Chinesa), aliada às novas tecnologias da Biofotônica e da Eletroterapia para tratamentos da saúde integral.

PM - Priscila Menezes                         

Bioengenharia Cosmética Avançada.

MMOptics

Empresa brasileira, pioneira no desenvolvimento em
Tecnologias Biofotônicas.

Bibliografia

  • 1. AQUINO, Susilaine Moraes. Disponível em: http//www.fotopuntura.com.br
  • 2. AUTEROCHE, B; NAVAILH, P. O diagnóstico na Medicina Chinesa. São Paulo: Organização Andrei, 1992.
  • 3. BING, Wang. Princípios de medicina interna do Imperador Amarelo. [trad. José Ricardo Amaral de Souza Cruz] São Paulo: Ícone, 2001.
  • 4. BAGNATO, Dr. Vanderlei S.; MENEZES, Dr.a Priscila Fernanda C.; I Fórum de Aplicação da Luz na Saúde Estética. São Carlos - SP, 2016
  • 5. BAGNATO, Dr. Vanderlei Salvador. Novas Técnicas Ópticas para as Áreas da Saúde. São Carlos - SP: USP Livraria da Física, 2008.
  • 6. BALLONE, Geraldo José; ORTOLANI, Ida Vani; NETO,Eurico Pereira. Da Emoção à Lesão. Um guia de Medicina Psicossomática. 2.ed. Barueri - SP: Manole, 2007.
  • 7. CHONGHUO, Tian Tratado de Medicina Chinesa. [assessoria médica para versão em português Ysao Yamamura] São Paulo: Roca, 1993.
  • 8. COSTA, Rubens, Eletroacupuntura e outros recursos eletroeletrônicos aplicáveis à Medicina Chinesa. São Paulo: Plêiade, 2002.
  • 9. DAHLKE, Rudiger. A Doença como Símbolo: Pequena Enciclopédia de Psicossomática. Sintomas, significados, tratamentos e remissão. São Paulo: Cultrix, 2000.
  • 10. EKMAN, Paul. A Linguagem das Emoções. [trad. Carlos Szlak] São Paulo: Lua de Papel, 2011.
  • 11. FOCKS, Claudia e MÄRZ, Ulrich. Guia Prático de Acupuntura: localização de pontos e técnicas de punção. [trad. Reinaldo Guarany] Barueri-SP: Manole, 2008.
  • 12. FOX, Stuart Ira. Fisiologia Humana. 7.ed.[trad. Marcos Ikeda] Barueri-SP: Manole, 2007 .
  • 13. HOUAISS, Antonio; Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.
  • 14. HOLMES, David S. Psicologia dos Transtornos Mentais. [trad. Sandra Costa] 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 1997.
  • 15. JARMEY, Chris; BOURATINOS, Ilaira. Pontos de Acupuntura um guia prático. [trad. Andreia O. Bento Alves] Barueri-SP: Manole, 2010.
  • 16. KIM, Valéria Nami. Apostila: Tratamento do Câncer sob a Ótica da MTC. Curso ministrado na ETOSP – Escola de Terapias Orientais de São Paulo, 2011.
  • 17. MACIOCIA, Giovanni. A Prática da Medicina Chinesa: Tratamento das Doenças com Acupuntura e Ervas Chinesas. [trad. Ednéa Iara de Souza Martins] 2.ed. São Paulo: Roca, 2009.
  • 18. MACIOCIA, Giovanni. Diagnóstico pela língua na medicina chinesa.[Maria Inês Carbino Rodrigues] São Paulo: Roca, 2003.
  • 19. MACIOCIA, Giovanni. Os Fundamentos da Medicina Chinesa: Um Texto Abrangente para Acupunturistas e Fitoterapeutas. [trad. Ednéa Iara de Souza Martins] São Paulo: Roca, 2007.
  • 20. MANOEL, Cecília do Amparo; PAOLILLO, Dr.a Fernanda Rossi; MENEZES, Dr.a Priscila Fernanda Campos. Conceitos Fundamentais e Práticos da Fotoestética. São Carlos-SP: USP Compacta, 2014.
  • 21. MENEZES, Dr.a Priscila Fernanda Campos. Aplicação da Luz na Dermatologia Estética. Protocolos clínicos: Terapia Fotodinâmica/Fotobiomodulação; Terapia Cosmética Fotoativada; Peelings Químicos e Fotoativados; Cosmetologia e Nutricosméticos; Microagulhamento Fotoativado e Fotobiomodulação. São Carlos - SP: USP Compacta, 2017
  • 22. MENEZES, Dr.a Priscila Fernanda Campos. Guia Prático Prescrição e Formulação Estética; São Carlos – SP: Compacta, 2019.
  • 23. SILVA, Carlos Roberto Lyra da; VIANA, Dirce La Placa. Dicionário Ilustrado de Saúde: Compacto. São Caetano do Sul-SP: Yendis, 2005.
  • 24. YAMAMURA, Ysao. Acupuntura Tradicional: a arte de inserir. São Paulo: Roca, 1993.
  • 25. YAMAMURA, Ysao; YAMAMURA, Márcia Lika. Acupuntura: Guia de Medicina Ambulatorial e Hospitalar da EPM-UNIFESP. São Paulo: Manole, 2015.
Contato

Email: contato@shen.com.br 
Tel: 55(11) 4307.7002
WhatsApp: 55 (11) 97393.6336

Web page was started with Mobirise